Jimmy

>tão sozinho

Deja un comentario

>ontem eu bebi e vivi. saí da boate tão sozinho quanto entrei, embora eu tenha conseguido companhia lá dentro e tenha valido a pena, mesmo tudo podendo ter sido melhor.

assim que cheguei, passei uns 20 minutos sozinho até que um amigo apareceu com outros amigos. e entre eles um garoto de um sorriso encantador com quem eu conversei muito e troquei beijos incríveis. até que um ex dele, de quem ele ainda gosta, apareceu na boate e ele preferiu não continuar comigo. não entendo as pessoas e a sua fixação pelo passado. mas eu entendo o que aquele menino sentiu, e é por isso que nem fiquei chateado com ele. ele mostrou que tinha algo muito mais bonito que o sorriso, porque desistiu de mim por um sentimento. e pouquissimos fariam o que ele fez, sendo tão francos como ele foi.

não sei por que, mas vários caras com quem fiquei ontem estavam naquela boate, acho que para eu me sentir promíscuo e lembrar que eu já fiquei com um monte de gente, mas não tenho ninguém para ligar em um dia ruim, bom, ou somente para ouvir a voz. deve ser o preço que eu tenho que pagar por viver nessa dualidade entre a vivência do fugaz e a busca pelo eterno que sempre termina.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s