Jimmy

Deja un comentario

>a ingenuidade me persegue como se amarasse as minhas duas mãos. mesmo pensando que não, estou preso ao moralismo. ao ser bom, a pensar nos outros, a não viver somente para mim mesmo.

vivo assim como se esperasse uma recompensa, um prêmio, um reconhecimento. mas ninguém vai realizar meus sonhos por mim. e ninguém vai sanar a dor de um arrependimento. nem eu mesmo posso. o tempo é cruel e a nossa mente ainda mais. não se perdoa por coisas não feitas.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s