Jimmy

>domingooooo

Deja un comentario

>o domingo não ficou naquilo de sempre. my god, eu adoro essas mudanças repentinas, essas guinadas loucas, essas coisas que acontecem do nada. a Mariana, uma amiga, tinha me ligado para irmos na galeria Joana Dark no final da noite. saí do shopping às 21.30h e fui lá. quis vê-la, fumar e tomar alguma coisa. e esperar um sinal de vida do Nicholas, claro.

chegando lá vejo o Bob, amigo que eu não via há tempos e que trabalhou comigo anos atrás, na mesa dela. ele tava viajando pelo mundo e acabou de voltar. my god. estávamos juntos de novo. conversamos muito, rimos muito e eu perguntei de onde ele conhecia o Bruninho, o amigo do Nick que voltou da boate para casa no mesmo táxi que eu. vi no Orkut que eles eram amigos e tinham o mesmo sobrenome. são primos. e o complô roteirista? na hora o Bob disse “liga para o Bruninho do meu celular, ele vai levar um susto do caralho”.

liguei e conversamos. tanto o Bruninho quanto o Nick estão numa cidade do interior, onde as mães deles moram. eles se encontraram e falaram de mim. o Bruninho disse que quer ‘ver esse negócio ir pra frente’ e que o Nick falou para ele que tinha gostado de mim e esta a fim de ficar comigo de novo. perfect. disse ao Bruninho que também queria e iria ligar para o Nick amanhã, já que terça de manhã temos aulas na facul. quero encontra-lo. não só isso. quero beija-lo também. na sexta prometi dar um beijo nele na faculdade e ele disse que ia esperar. eu estou morrendo de vontade. vai ser massa. não só pelo beijo em si, mas pelo sentimento de liberdade, de mandar todo mundo tomar no cú sem dizer uma palavra, de viver o que eu quero do jeito que eu tenho vontade.

adoro o Nick. quando penso em nós, imagino momentos felizes e livres. acho que é isso que uma pessoa sente com alguém que ama de verdade. espaço para ser você mesmo e ainda assim encantar aquela pessoa. eu estou imaginando demais. mas eu quero ser feliz e estar com ele. não vejo mal em admitir. eu o quero. ele me encanta e me enche de esperanças que podem morrer amanhã,mas foda-se, eu adoro o que eu estou sentindo.

foi ótimo falar com o Bruninho, senti uma segurança bem maior. eu estava com medo do que o Nick realmente estava achando de mim. no dia foi ótimo e eu senti firmeza da parte dele, mas conhecemos o poder da cana e temos medo. apesar de que cana não é desculpa, nos conhecemos antes dela. mas anyway, dá medo.

depois que ficamos eu só tinha falado com o Nick ontem à tarde. ele estava acordando para viajar para a casa da mãe. nos falamos rápido e nem dissemos nada demais. apenas quis saber como ele estava. conversando com o Lucas hoje sobre isso, ele me aconselhou a fazer o que eu tivesse vontade, sem medo do que o Nick fosse pensar. então mandei um SMS para ele perguntando como ele estava. no caminho de volta para casa, agora pouco, vi que ele tinha respondido. estava bem, mas louco para voltar, e a gente se viria então 🙂

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s