Jimmy

Deja un comentario

>olha, o cara era meu melhor amigo na época de escola. melhor mesmo, de passar horas no telefone, andar o tempo todo junto e frequentar a casa.

foi ele que me convenceu a estudar Inglês. foi ele que me fez gostar de música pop. também foi ele que me despertou para a minha sexualidade, como era de se esperar.

hoje eu não o entendo. ele me encontra e me cumprimenta como se eu fosse um estranho ou um inimigo. não sei dizer o que ele sente e muito menos o que é pior: indiferença ou desgosto. trabalhamos no mesmo lugar e, por mais que eu o cumprimente com um sorriso, ele mostra se incomodar com a minha presença.

não sei o que aconteceu. ou melhor, eu acho que sei. foi um namoradinho que ele arranjou no colegial. os dois nunca assumiram que namoraram e o mocinho simplesmente não ia com a minha cara. antes desse cara aparecer, ele gostou do mesmo garoto por quem eu fui perdidamente apaixonado e que se transformou no meu melhor amigo quando ele parecia não se importar mais comigo.

eu sinto falta da amizade que a gente tinha, da forma que víamos o mundo aos 14 anos, das músicas que ouvíamos juntos, e de como ele contribuiu para eu ser quem sou hoje. quem sabe ele também sinta isso um dia e então possa sorrir para mim.

i’ll be waiting, time after time.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s