Jimmy

>AraRec

2 comentarios

>é claro que se achar invencível dura apenas até a primeira pescada em um workshop interessantíssimo com uma inglesa renomada no mundo do ensino de Lingua inglesa. eram 11 horas e outro workshop iria começar antes do almoço, mas eu pensei “estou hospedado no mesmo hotel do congresso e não me aproveitei disso em nenhum momento”. subi, cochilei e acordei disposto na hora do almoço.

não almocei porque eu queria ver alguma coisa a mais em Aracajú. eu e uns amigos pegamos um táxi e fomos ver o Oceanário, que é legalzinho mas pequeno e caríssimo, especialmente a lojinha do Projeto Tamar. gente, as tartarugas estão custando caro para o governo. só isso justifica um lápis preto comum custar R$2,00. Natureza, por que a senhora não toma conta direito das suas tartaruguinhas? o governo brasileiro está explorando os pobres professores turistas que não tiveram tempo de ir nas feirinhas de artesanato e precisavam comprar alguma lembrança da viagem para os entes queridos só para manter as tartarugas vivas e contentes. not fair.

após o congresso arrumamos as malas e subimos no ônibus que a empresa fretou para nos levar de volta para casa. antes, tivemos um tempo para passar no famigerado Shopping Rio Mar e comprar algo para comer, e ao contrário de todos os outros recifenses colegas tive que ouvir que eu tinha “feito Aracaju parar por causa do moicano” e que “em Aracaju ninguém ta acostumado ao diferente. você é da Bahia?”. o povo sergipano é uma graça, mas não tem referências. como é que tudo o que é moderno e diferente eles associam logo à Bahia? a Bahia é a terra da Claudia Leite, que é copia da Ivete, que é discipula da Daniela Mercury. cadê a originalidade, a diferença, o borogodó?

a viagem Aracaju – Recife foi o caos. o ônibus sacudiu mais que a pipoca do trio eletrético do carnaval de Salvador e eu tava morto de cansado, mas não consegui dormir. foram 08 horas de viagem. o mesmo tempo que uma guest speaker do evento levou para voar de Aracaju para São Paulo, onde ela mora. a conexão em Salvador atrasou duas horas. em várias capitais do Brasil existe vôo direto para São Paulo, por que diabos os sergipanos tem que parar em Salvador? a coitada demorou as mesmas 8 horas para chegar em casa. e descendo de avião e enfrentando esteira de bagagem duas vezes é que ela não conseguiu dormir mesmo.

aqui deitado na minha cama confortável , situada em Recife, estou pensando no Chris. hoje ele me disse que saiu com meus amigos em minha ausência e eu tento imaginar isso. acho interessante que eles saiam sem mim por perto, até para que meus amigos o conheçam sozinho também. porque por mais que a gente seja autêntico, sempre somos diferente diante da pessoa amada. sozinhos somos mais livres e mais reais.

Anuncios

2 pensamientos en “>AraRec

  1. >Ainda bem que o governo brasileiro tem a iniciativa de cuidar da preservação das tartarugas. E os produtos têm que ser mais caros mesmo, porque a intenção é ajudar o projeto.E não acho a Claudinha cópia da Ivete não. Vejo as duas com propostas diferentes. As duas podem ter influências incomuns, afinal, são baianas. Mas cada uma tem sua personalidade.Beijo.

  2. >Ainda bem que alguem cuida das tartarugas, mas que claudia leite é copia da ivete…. ahhhh isso é! ahahhhahaaha

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s