Jimmy

Deja un comentario

>andar pela cidade toda, ir em bingos, bares, festas, beber loucamente e voltar com frio para casa. dormir, acordar e fazer tudo de novo. sentir que não tenho controle e que nem quero controlar nada. quero perder o controle. quero ver o que acontece se eu deixar de me importar.

e daí que me chamam de alcóolatra? e daí que pensam que estou errado? tudo o que eu quero é esquecer que há uma dor enorme e que quero me livrar dela. quero sentir um pouco do que eu sentia quando as festas eram realmente divertidas, quando eu sabia o que era viver no acelerador, quando as pessoas me adoravam de graça e quando eu sabia o poder que eu tinha. tudo o que eu não quero é olhar para mim e ver alguém que pode ser algo, que quer ser algo, que não é nada mas ainda acredita de uma certa forma. e ainda há ele. não quero amar ninguém porque não estou pronto para amar de novo. o amor destrói e eu ainda não me reconstruí desde a última vez. mas não há nada que eu possa fazer para não sentir aquilo que desperta quando ele me abraça. não consigo esquecer aquelas palavras, mesmo que ele não lembre delas. não consigo ignorar um olhar tão forte e ao mesmo tempo doce e despretencioso.
Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s