Jimmy

no trouble for me

Deja un comentario

sair, beber e ficar fazendo planos de ir para Nova Iorque me hospedar em um loft no Brooklyn e pintar o cabelo de azul. encontrar pessoas que não via há anos, passar a noite toda procurando o perigo do qual não tenho medo e voltar rindo no táxi com um dos melhores amigos que eu tenho como se a festa nunca fosse acabar. mas ela sempre acaba e a gente volta para casa pensando que poderia ter aproveitado mais.

talvez tudo fosse diferente se ele tivesse atendido as minhas ligações um dia antes. ou se eu não tivesse dormido e perdido o convite que outros amigos me fizeram. eu teria visto alguém e talvez feito algo e me arrependeria. se bem que eu quase nunca me arrependo.

tá, talvez eu me arrependa daqueles beijos que eu jurei que não daria. mas o que fazer quando a vodka insiste em nos aproximar? como eu posso te ignorar se você sempre acaba aparecendo na minha frente com um sorriso que quase me faz esquecer tudo o que já aconteceu?

eu sei que vou te esquecer, até porque você não é importante para mim. mas você também não é indiferente. e quem é? não é dificil me encantar. me conquistar é que não é fácil. o pior de tudo é que houve um momento em que você tinha conseguido, mas jogou tudo para o alto sem certeza, mas sem um pingo de medo.

então o melhor a se fazer é voltar para a vodka e os planos de pintar o cabelo de azul. pelo menos por hoje.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s