Jimmy

free

Deja un comentario

no meio do parabéns passou um filme na minha cabeça. aquele garoto já tinha me feito sentir tantas coisas que eu precisava agradecer por tudo o que ele me ensinou sem saber: a esperar, a não ter expectativas e a não deixar que a raiva me faça dizer o que eu não quero. ou o que eu não sinto.

gostar pode doer e é essa dor que faz o sentimento não sumir. por isso eu estava ali ontem desejando que a vida dele seja linda, assim como eu quero que seja a minha.

resolvi brincar com a noite. flertei com a inconsequência e me deixei levar pelo que eu tive vontade de fazer. a maneira ou a razão pouco importavam porque eu estava bem. eu fui livre.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s