Jimmy

e você ganhará grosseria INTEIRAMENTE GRÁTIS

Deja un comentario

juro que não estou escrevendo propositalmente sobre as mazelas do mundo, mas às vezes acontecem coisas impossíveis de não serem comentadas.

quinta-feira, hora do almoço. estava no shopping após uma reunião com uma empresa onde devo começar a dar aulas em breve. havia sido muito bem tratado desde a hora que cheguei até quando entrei no elevador para ir embora do escritório. as pessoas eram gentis e sorriam, não por obrigação, mas porque são naturalmente cordiais.

ao chegar no shopping, fui até um restaurante self-service na praça de alimentação. como em todos estes restaurantes naquele horário, havia uma fila. fiquei no fim dela esperando a minha vez, calado e paciente. eis que o senhor que estava na minha frente com a sua esposa vira e pergunta: Você quer passar na frente? ele perguntou isso de uma maneira tão tranquila que eu pensei que ele ainda estava decidindo se iria almoçar ali mesmo. perguntei o que sempre pergunto em situações assim: O senhor não está na fila?. neste momento, o que tinha parecido gentileza revelou-se como uma tremenda grosseria. o senhor já de idade, que tinha parecido tão bondoso, disse aos berros “Você está em cima de mim! Saia daqui! Fique longe!”

não entendi o motivo para aquilo. eu não havia falado uma palavra com ele, não tinha sequer esbarrado nele por acidente. estava em meu lugar na fila,  na mesma distância dele que os outros tinham de mim. fui atacado sem razão aparente.

quando sentei para comer  comecei a pensar: será que ele foi ríspido comigo porque é racista? ou porque tenho uma aparência muito moderna? o que faz uma pessoa sair de casa disposta a arranjar este tipo de mal estar com um desconhecido? será que ele se acha imune a qualquer coisa por ser um homem de idade?  a verdade é que nada justifica esse tipo de ataque gratuito. nem idade, nem preconceito, nem nada.

na hora eu decidi não partir para a discussão, mas agora me pergunto: se eu tivesse dito algo ele pensaria duas vezes antes de fazer algo parecido de novo? ou eu seria só mais uma pessoa com quem ele discutiu na rua?

Não encosta em mim seu moleque de cabelo arrepiado!

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s