Jimmy

#LavidadeJimmy – La semana santa

Deja un comentario

lavidadeJimmy1

Quinta

Prometi a mim mesmo que tomaria 25 doses de vodka na festa Open Bar onde comemorei o meu aniversário. Afinal, estava fazendo 25 anos e justamente por isso não paguei para entrar.

A festa era tão hétero que até eu agarrei uma mulher. POIS É. Ah, e levei um fora de um cara que eu sei que um dia chorará lágrimas de sangue pra ficar comigo e não vai ter esse prazer. Questão de tempo.

Discuti com um dos seguranças da boate por alguma merda e fui embora revoltado. Comprei um hot dog na barraquinha da frente, mas o moço não tinha refrigerante. Então cheguei em outro quiosque e perguntei “Moça, você tem coca?”. TODO MUNDO me olhou estranho. “Coca-cola gente” respondi, SÓ PRA DEIXAR CLARO e saí de lá ligeiro. Papelão. Mas eu tava na Augusta, né? Tenho CERTEZA que achavam que eu tava querendo comprar cocaína.

Peguei um taxi com um motorista ótimo que ficou ouvindo eu narrar a minha vida amorosa deplorável em tom de humor e morreu de rir com tudo o que eu disse. Ele ainda fez pouco caso e disse que o bom é ser solteiro para comer quem você quer. Ai eu resolvi perguntar “Mas me diz uma coisa…Você trocaria toda a sua história com a sua mulher só pra comer as menininhas por aí sem culpa?” no que ele respondeu “SIM”, assim mesmo em caps lock. E vocês ainda reclamam do meu pessimismo.

Agora fiquem com esse final: eu sabia que estava MUITO bêbado quando cheguei no hotel, por isso tomei dois Dramins antes de dormir só pra ver se eu conseguiria me livrar de um vômito. Parecia que tinha funcionado até eu acordar no meio da noite e vomitar na roupa de cama, na minha roupa, no chão do quarto e nos travesseiros. Depois disso joguei tudo no chão, tirei a minha roupa toda e desabei na cama outra vez.

Sexta 

Quando vi o estrago no quarto tive vergonha, mas nem conseguia fazer nada a respeito por causa da ressaca.

Descobri que estou hospedado do lado do Minhocão e que nos feriados ele fica totalmente fechado pros carros e vira uma espécie de parque de concreto. Curti. Dei umas voltas, depois achei uma padaria pra almoçar e voltei para o hotel jurando que ia dormir, mas tudo continuava igual.

Eu tinha pedido para limparem o quarto com urgência, por favor e com sorrisos. Mas voltei e tudo ainda estava lá. Sabe quando você tá numa ressaca filha da puta, come pra ver se melhora e FICA TORCENDO pra sua refeição vingar no estômago? Amigos, ela QUASE voltou só da lembrança do que aconteceu antes. Então eu liguei para a recepção pedindo PELO AMOR DE DEUS pra mandarem a moça da limpeza. O mocinho só disse “Senhor, a limpeza vai até as 16h”. E porra, ainda eram 13h. Choraminguei mais um pouco e eles mandaram logo duas mulheres pra cá. Elas riram do quarto todo vomitado e eu pensei no quão ruim deve ser uma vida quando um ataque de vômito te faz rir.

À noite fui com os amigos ver um musical que eu tinha visto antes em Buenos Aires e amado. Mas a versão brasileira não era tão boa principalmente por causa de 1 ator que tinha que arrasar, mas cantava mal e não passava emoção alguma. O cara era LINDO DE MORRER, mas só isso. Fiz a minha crítica em alto e bom som no intervalo do espetáculo, mas é claro que a família INTEIRA do menino estava justamente na fila atrás da minha. Pelo menos eu disse que ele era bonito né, rs.

De lá fomos para uma boate no centro que diziam ser muito boa mas era somente mais um lugar lotado de bichas que se acham só porque são bichas. Você já deve ter conhecido alguém assim. Acham que pinta é alguma coisa. É como diz aquela frase: se pinta garantisse algo, a onça é que era a Rainha da Selva.

Sábado

O dia começou com um almoço num restaurante bem pretensioso nos Jardins. Sabe aquele lugar bem average que tem pratos do tipo: file mignon com ervas e risoto de gorgonzola com nozes??? Esse tipo de lugar.

Depois disso encontrei umas amigas na Oscar Freire e devo dizer que achei a rua muito superestimada. Sinceramente, a maior diferença dela para a José Paulino é o preço das coisas. E na Oscar Freire você vê gente mais bonita passeando com cachorros mais bonitos também.

De lá fomos para uma brigaderia MINUSCULA e eu tive um ataque de claustrofobia. O lugar era menor do que o meu quarto mas tinham umas 40 pessoas lá dentro, entre elas dez funcionárias enrolando brigadeiros freneticamente. O cheiro do lugar era uma delicia, mas não dava pra ficar ali. Saí agoniado até que acharam outra área da mesma loja mais arejada e com mesinhas para onde acabei indo.

Uma das minhas amigas sabia chegar nos lugares a pé e andei mais nessa tarde do que no resto do ano. Fomos parar na Vila Madalena e achamos lá um restaurante divino e ainda meio desconhecido. A comida era muito boa e sem pretensões de ser phyna. O preço também era bem justo. A quem interessar possa, o lugar se chama Casa de Maria Madalena.

Eu tava em dúvida se sairia essa noite, mas na última hora me animei e fui. A primeira boate que fomos lotou antes que a gente conseguisse entrar, então fomos direto pra outra que a gente já tinha ido ano passado e gostado. Além do mais a festa seria open bar. Na última vez que eu fui lá tinha visto as guei dançando EU QUERO SER O SEU AMOR (alguém me diz por que em São Paulo toca Wanessa nos lugares?) mas mesmo assim tinha achado legal. Entramos na festa e em menos de cinco segundos constatamos que: era uma festa HÉTERO.

Gente, a divulgação da festa dizia que eles teriam pulseirinhas neon, GÁS HÉLIO e piscina de bolinhas e era uma festa HÉTERO? Como assim? O início foi até engraçado, porque tocaram coisas como Beyoncé e eu pude aprender como é o jeito hétero de dançar os hits gays, mas depois perdeu a graça né.

Isso porque eu tinha dito que ia pegar um homem sim ou sim. Parabéns aos roteiristas de #LavidadeJimmy.

Domingo

Acordei com um culto evangélico de Páscoa e jurava que tinha uma igreja aqui na vizinhança, mas era só uma galera arrasando na Praça Marechal Deodoro.

Deu vontade e estou ouvindo Wanessa Camargo enquanto eu planejo o que vou fazer. Devo ir à feira boliviana ver os gatinhos latinos e tomar inka cola e depois ir para a Liberdade me apaixonar por uns vinte orientais antes de ir chorar um milhão de lágrimas no Rei Leão.

O dia promete, né?

lavidadejimmy2

Beijos despretensiosos,

Jimmy.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s