Jimmy

O rapaz de 10 milhões

Deja un comentario

10 milhões de views não são 10 milhões de dólares, mas valem quase a mesma coisa. Isso é muito pouco no mundo de Dan. 10 milhões de inscritos é a sua marca. Nunca um cara que fala sozinho com a sua câmera conseguiu esse número em tão pouco tempo. Sem efeitos especiais, informações bombásticas, mega produções gravadas em estúdio ou roteiros brilhantes.

Dan é carismático, bonito e, às vezes, engraçado. Na verdade, ele parece aquele amigo que quer ser engraçado  mas que só faz os outros rirem pelo pacote completo. Se fosse qualquer outra pessoa fazendo as mesmas piadas, com as mesmas caretas, ninguém prestaria atenção. Mas Dan sabe conquistar milhões.

O dinheiro da publicidade nos videos o fez realizar um grande sonho: ir para Los Angeles estudar atuação. Ele sabe que precisa de atenção. Em casa ele nunca teve. Na escola, era só mais um cara magro, alto e branco, de cabelos e olhos escuros. Quando cresceu percebeu que em cima do palco, tocando guitarra, era mais notado. E a câmera gostava de Dan. Seu sorriso com covinhas parecia bem mais encantador do que ao vivo, seu estilo despojado era cool , seu humor meio sem graça adicionava algo ao conjunto que fazia o Dan das telas  uma versão muito melhorada de si mesmo.

video-camera

Dez milhões de pessoas esperavam o seu próximo vídeo, ansiosamente, todas as semanas. Antes de começar a gravar ele sempre pensava nisso. Mesmo sabendo que aquele número era falso.

Dan é só mais um cara desesperado para realizar seus sonhos. Ele não sabia fazer nada que lhe desse o dinheiro que ele precisaria pra mudar para Los Angeles e se manter lá até ter a sua chance de ouro. Poderia demorar décadas até que fosse um artista reconhecido. Então começou a fazer vídeos no Youtube. E um dia descobriu os bots – robôs que fizeram dele o vlogger mais assistido do mundo.

Os cheques que recebia eram de verdade. Os número de views em seus vídeos não. Ele tinha verdadeiros fãs, mas eram menos que 10 milhões. Talvez bem menos. O número real poderia ser inferior a um milhãozinho sequer.

Para quem ele falava todas as semanas? Quem ria das suas piadas mornas? Quem achava ele lindo a ponto de não conseguir deixar de vê-lo?

Dan decidiu desativar os bots e se deparou com a verdade. O seu próximo vídeo atingiu apenas 1,232 views em uma semana. Não era isso que ele esperava. Okay, ele sabia que os 10 milhões de inscritos não existiam, mas nem com a notoriedade que conseguiu por causa desse fenômeno inventado ele conquistou 1 milhãozinho de pessoas reais sequer? Tudo o que ele fazia era tão medíocre assim? Nem a sua beleza era capaz de conseguir alguma coisa?

Tentou outra vez. No vídeo seguinte ficou de sunga – 2,000 views. Na semana seguinte protagonizou cenas quase pornográficas com uma mulher – 3,500 views. Na outra, cenas quase pornográficas com um homem – 5,500 views. Nada chegava nem perto da sua época de glória, que nunca existiu.

Então anunciou: deixaria o Youtube, mas sem antes fazer um último vídeo. No dia marcado, surpreendeu os seus poucos milhares de fãs com uma transmissão ao vivo e uma pistola na mão. Estava disposto a encerrar a sua vida ali, na frente da câmera que ele achava que gostava dele, diante do mundo que esfregou em sua cara o quão amargo era ser alguém comum e de todos os que decretaram o seu fim como vlogger. Carregou a pistola para que ninguém tivesse dúvidas. Chorou e disse toda a verdade ao mundo. Era só um cara comum que sonhava em brilhar na vida, mesmo sabendo que nunca conseguiria. Atirou na própria boca. Foi o primeiro suicídio transmitido ao vivo na História.

No outro dia, estava na capa de todos os jornais. Finalmente havia conseguido 10 milhões de espectadores.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s