Jimmy

Não existe amor em puteiro

Deja un comentario

nao existe amor em puteiro

Sou morena, sou loira. Sou o que eu quiser. Sou puta.

Mas sou puta de verdade. Cobro pelo que faço e sei fazer muito bem. Não quero que me resgatem, que me salvem, que tenham pena de mim. Aliás, não quero ninguém transformando o significado da palavra que melhor me descreve. Puta não é uma mulher que sai de peito de fora na Marcha das vadias, mas que só fala mal de homem. Puta não existe só para agradar homem. Ser puta é oportunidade. Puta gosta de macho, mas puta ama mesmo é o dinheiro.

Sou antes de tudo uma artista. Vivo de emocionar, ou vai dizer que um pau duro não é emoção? Não me ache indecente, só estou sendo clara. Sou puta porque eu quero. Vocês queriam o quê, que eu fosse caixa de supermercado pra ganhar R$600? Não dá, queridinha. Se você acha isso um trabalho digno é melhor você ir lá aturar olhares de superioridade, trabalhar mais horas do que prometeram sem ganhar um tostão a mais e OUSAR dizer alguma coisa pra gerente de cabelo oxigenado, que acha que é alguém só porque pode pagar uma faculdade de duzentos reais.

Preferi bater calçada, pegar uns 3 bofes por noite e terminar numa Boate decadente do centrão, porque eu também me divirto nessa vida. Bebo aquela vodca adulterada com gosto porque ela significa fim de expediente. Durmo enquanto o mundo inteiro trabalha e acordo com o pôr do sol.

Você deve estar pensando “Mas por que ela não faz um site e trabalha num flat caro?”. E eu respondo: sou feia pra ser puta de site. Sou gostosa e sei fazer, estudei Psicologia (foi um cliente que pagou) e falo Inglês, mas não tenho aquela cara de quem nunca chupou um pau, nem aquela pele cor de leite.

Já trabalhei em puteiro, mas tive que deixar. Por um homem.

Eu disse que o que a gente quer é grana, mas a gente se ilude quando topa com um homem bonzinho. Porque a maioria só quer gozar rápido ou falar mal da mulher, do trabalho ou dos dois. É clichê assim. A minha vida é cheia de coisa que ninguém mais aguenta ver em filme.

Alex me tratou como uma namorada que só é puta na cama dele. E voltava sempre. Toda quinta-feira entrava na casa e me comia. A gente passava a semana de conversinha no Whatsapp e eu sempre ficava ansiosa para a quinta.

Um dia chegou uma tal de Bruna. Ela chegou justamente na quarta e Dona Márcia colocou ela pra trabalhar já na quinta. Quando Alex chegou, ele foi direto nela. Eu tinha comprado um espartilho novo, porque eu sabia que ele gostava, e tinha ficado semanas sem usar. Queria deixar ele louco. E aquela menina tinha uma calcinha do FRAJOLA. Mas ela tinha 17 anos e era só uma questão de tempo até ela ir embora pra um flat ser puta de rico. Então ele foi pagar R$200 pra comer uma menina que daqui a um ano custaria R$2000 enquanto eu achava que era especial. Esperei 3 quintas-feiras mais para ver o que acontecia e foi tudo igual.

No meio da noite catei minhas coisas e saí pela porta dos fundos. Peguei um quartinho num hotel podre de R$30 a noite, arrumei o meu cabelo, fiz uma maquiagem maravilhosa e parti pra rua.

Lá eu é que sou a vaca que rouba o cliente das outras. Sou muito mais bonita que todas elas e sei que sou a única que está ali porque quer.

………………………………………………………………………………………………………………….

capa Quando ELA chegou

 ‘Quando ELA chegou’ – Disponível na Amazon.

Sinopse:
“Ao saber que a sua ex de Brasília veio passar férias em Recife, Pablo foge para o interior. Lá só quer “ouvir seu rock, cheirar seu pó e beber seu vinho” – e claro, tentar esquecer Ela. Sem saber lidar ainda com o que sente, ele volta à cidade para encontrá-la. Então, uma descoberta inesperada para qualquer pessoa vai fazer Ela se tornar o menor dos seus problemas.”

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s