Jimmy

How You Meet Your Past

Deja un comentario

Terminou ontem a série “How I met your mother”, provavelmente o programa de TV que mais encheu de esperança toda uma geração pré-Tinder, que ainda acredita (ou acreditava) no amor.

Por 9 temporadas, acompanhamos a vida de um personagem cujas desilusões amorosas eram tão ruins quanto as nossas. Mas o fato de que ele estava ali, narrando aos seus filhos a história de como conheceu a mãe deles, não nos deixava perder a fé. Quando vimos a mãe dizer a certeira frase “One ticket to Farhampton, please”, enquanto Ted sofria vendo Robin e Barney a ponto de serem felizes para sempre, pensávamos no quão perto aquilo tudo estava de acabar. Ted conheceria a mãe e os dois viveriam uma bela história, não só porque eles tinham tudo a ver, mas também porque todos os flash forwards nos davam dicas de que aquela relação tinha dado certo. Eles se conheceram, se casaram e tiveram os dois filhos que escutavam a narrativa.

A série podia ter parado por aí. Seria um belo final com fãs felizes.  Mas muitos de nós pensaríamos que, se fosse na vida real, talvez Ted jamais encontrasse uma mulher tão perfeita pra ele. E que além de corresponder os seus sentimentos, ela rapidamente sentisse que aquele não era um encontro qualquer. Sim, seria um último episódio que deixaria a esperança no amor viva. Mas, que lá dentro, sentiríamos que era mais um truque televisivo de roteiristas que escreveram o que gostariam de ter vivido.

Como vimos, não foi o que aconteceu.

(E se você ainda não viu o episódio, melhor parar de ler este texto aqui.)

HIMYM

O final foi um tapa na cara daqueles que esperavam de uma série o que a vida real muitas vezes não dá: uma relação perfeita e infinita, que faça você rir do passado. “O passado nunca morre. Ele sequer passou.” é uma citação de William Faulkner que descreve perfeitamente a volta de Ted e Robin, após 25 anos de desencontros.

Todos nós temos ou teremos uma Robin na vida. Aquela pessoa que nunca vai sair da nossa mente, mesmo que tenhamos tentado viver algo com ela e sofrido mais do que era necessário. Mesmo que o amor bata na nossa porta em forma de outra pessoa, o espaço da sua Robin vai sempre existir. E algum dia, provavelmente, você vai se render a ela de novo. É triste, é até um pouco desconcertante, mas é muito real.

Como fã da série, fiquei emocionado com o capítulo em que Ted deixa Robin ir, para construir um futuro sem ele. Porque eu também tenho a minha Robin e sinto que já a deixei voar. Aquele episódio confirmou algo que eu já sabia: temos que deixar pessoas que nos marcaram tocarem as suas vidas, e nós também precisamos acreditar que podemos amar de novo. Não fui eu, foi  Soren Kierkegaard quem disse “A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás, mas só pode ser vivida olhando-se para frente”. E ali eu vi um Ted disposto a olhar para frente.

Só que a vida é filha da puta. Deu a Ted uma década do amor que ele queria viver com Tracy, mas a tirou do seu lado com uma doença. E, assim como Tracy fez, Ted em um momento sentiu que precisava e deveria olhar pra frente mais uma vez. Mesmo que o seu futuro estivesse em um passado que nunca realmente deixou de existir.

A reação a este final foi surpreendente. Li comentários de pessoas de vários países gritando pelo direito a ver um último episódio menos realista. Justamente em uma época onde casar parece uma utopia, a grande maioria dos espectadores queriam ver um casamento onde os dois envelhecessem juntos na tela. Mas, além disso, todos queriam ver Ted superando Robin. Porque todos nós queremos superar as nossas Robins, e sermos presenteados com Tracys que durem para sempre.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s